Mulher confirma que marido participou do assalto que matou esposa de tenente da PM em Feira de Santana

A esposa do homem que morreu durante um confronto com policiais da Rondesp na zona rural de Tanquinho confirmou que o marido, Elton Messias da Cruz, foi um dos participantes da tentativa de assalto contra o tenente da Polícia Militar Fábio Emanuel Santos e sua mulher Ana Carla dos Santos Leite, que foi baleada com três tiros e morreu a caminho do hospital. O tenente também foi alvejado, mas passa bem.

149911-3

Josenalva Silva Mota estava a caminho de Tanquinho, em um veículo S10, dirigido por um homem de identidade não revelada, quando foi abordada na BR-116 Norte, pelos policiais da Rondesp, por apresentar uma atitude suspeita dentro do carro. Durante a abordagem, a polícia encontrou um revólver calibre 38. A mulher então confessou que estaria levando a arma para Elton e que ele teria participado do crime contra um casal, nas proximidades do shopping Boulevard.

Na delegacia, Josenalva afirmou que foi coagida pelo marido a transportar a arma para Tanquinho e deu outros detalhes da participação dele no crime contra o policial e a esposa.

“Quando foi interrogada, em virtude de ter sido autuada em flagrante por porte de arma, ela confirmou que, no dia do crime, o companheiro chegou em casa e relatou que foi fazer um assalto, a pessoa revidou, pois era policial, e ele acabou trocando tiros e, posteriormente, ele soube que a mulher do policial havia morrido”, informou o Coordenador Regional da Polícia Civil, Roberto Leal.

De acordo com ele, o revólver que estava com Josenalva e a arma apreendida após o confronto com Elton, uma pistola 9 mm, serão encaminhados para a perícia técnica, bem como a arma apreendida com o adolescente de 17 anos na última sexta-feira (03). O delegado informou que a equipe da delegacia de Furtos e Roubos busca a identificação do veículo utilizado no assalto, para confirmar as informações passadas por Josenalva.

149744-3

Denúncias

O coordenador de Polícia Civil, Roberto Leal, afirmou também que a partir da divulgação dos vídeos, a delegacia recebeu entre 20 e 30 denúncias sobre a participação de pessoas nesse crime.

“Algumas foram descartadas e outras a gente está investigando, uma delas foi de que o adolescente preso na última sexta-feira teria participado do fato e poderia estar com a arma do crime. Na cena do crime, conforme o relato do policial, havia duas pessoas, que a gente acredita que estavam usando arma de fogo. Vamos fazer a perícia na arma do menor, para descartar ou não a participação dele no fato”.

Conforme o delegado, existem muitas denúncias de crimes contra o patrimônio no bairro São João, nas proximidades do shopping Boulevard, e também nas Avenidas Maria Quitéria e Fraga Maia. Roberto Leal acredita que uma quadrilha pode estar envolvida.

“Então a gente acredita que os suspeitos, inclusive, podem ter vinculação com aquelas cinco pessoas que foram mortas em confronto com a Polícia Civil. Nós estamos levantando essa hipótese também. De que havia um grupo de pessoas atuando ali no furto de veículos no entorno do shopping”.

Fonte: Acorda Cidade.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s