Johnson & Johnson é condenada a pagar US$ 5 bi por talco com amianto

A multinacional Johnson & Johnson foi condenada a pagar US$ 4,7 bilhões a 22 mulheres e suas famílias pela acusação de que um talco fabricado pela companhia com amianto em sua composição levou as usuárias a desenvolver câncer de ovário. O processo correu nos EUA em júri popular e ainda cabe recurso.

por-mais-de-40-anos-a-johnson-johnson-teria-escondido-amianto-em-seus-produtos-1531492565258_615x300

Um júri do Estado de Missouri aplicou multa de US$ 4,14 bilhões à companhia e determinou o pagamento de US$ 550 milhões para compensar os danos causados às vítimas. A acusação é de que a empresa não informava sobre riscos de câncer associados ao produto.

Em nota, a empresa disse estar “desapontada” com a decisão e informa que vai recorrer. Ao todo, são mais de 9 mil processos ligados ao talco, segundo documentos revelados em abril, de acordo com o The New York Times.

Seis das mulheres que entraram com o processo já morreram. As demais compareceram ao fórum na última quinta-feira (12) para ouvir a sentença do caso – menos uma delas, que está enfrentando tratamento por quimioterapia e estava muito fraca para estar lá. O júri deliberou e chegou a uma decisão em apenas 45 minutos, de acordo com Mark Lanier, advogado de uma das requerentes.

O advogado acusa a empresa de tentar esconder evidências da presença de amianto nos seus produtos à base de talco por mais de 40 anos. Ele defende que a empresa informe isso no rótulo ou utilize como base amido de milho nos seus talcos. Ele destacou ainda que a multa à J & J está entre as maiores já aplicadas pela justiça americana em casos assim.

Confira a nota da empresa na íntegra

A Johnson & Johnson informa que está profundamente desapontada com o recente veredito do julgamento em St. Louis, no Missouri, Estados Unidos. Reafirmamos com confiança que nossos produtos de talco não contêm amianto e não causam câncer de ovário e pretendemos buscar todos os recursos de apelação disponíveis. Até hoje, as decisões sobre talco contrárias à Johnson & Johnson neste tribunal das quais recorremos foram revertidas. Em relação ao Brasil, informamos que não há processos judiciais associados a este assunto. O produto comercializado no país é produzido localmente e também não contém amianto nem causa câncer de ovário.

A Ovacome, organização britânica especializada em câncer nos ovários, pontua que a mais provável causa para o desenvolvimento de câncer nos ovários é uma série de fatores hereditários e ambientais, em vez de apenas por causa do uso de talco. Em um artigo publicado em sua página na internet, a organização diz que ainda não evidências o suficiente que liguem exclusivamente o uso de talco ao aparecimento de câncer nos ovários.

“Se uma mulher tem câncer de ovário e usou talco, parece improvável que o uso do produto tenha sido o único motivo pelo qual ela desenvolveu a doença. Mais estudos serão necessários para descobrir exatamente se o talco causa ou não câncer de ovário”, conclui o artigo.

Fonte: Correio.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s