Pastor acusado de matar evangélicas a pedradas na Bahia se entrega à polícia

Na última segunda-feira, 25 de junho de 2018, o pastor Edimar da Silva Brito, 39, acusado de matar a pedradas duas evangélicas em janeiro de 2016, em Vitória da Conquista, se entregou na 6º Coordenadoria de Polícia do Interior (Corpin) de Itabuna.

csm_Edimar_pastor_d67e197ef1

Edimar estava foragido desde o dia 15 de junho, quando o juiz da Vara do Júri e Execuções Penais de Vitória da Conquista, Reno Viana Soares, sentenciou mais uma vez o pastor e os comparsas Fábio de Jesus Santos, 36, Adriano Silva dos Santos, 38, deveriam ser levados a Júri Popular pelo crime de duplo homicídio qualificado.

Fonte: Correio.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s