Governo libera Saque do PIS/Pasep para todas as idades

Nesta quarta-feira, 13 de junho de 2018, o governo liberou saques do PIS/Pasep para todos os brasileiros que trabalharam entre 1971 e 1988. Até agora, apenas quem era aposentado, era portador de doença grave ou tinha mais de 60 anos podia sacar o dinheiro.

antcrz_abr1306183941_1

Haverá uma data limite para quem tem menos de 60 anos sacar o dinheiro: o prazo vai até o dia 28 de setembro deste ano.

Pelos dados do Ministério do Planejamento, 16 bilhões de reais estão em contas de pessoas com menos de 60 anos, Outros 18 bilhões de reais estão ainda nas contas de trabalhadores com mais de 60, que não têm prazo limite para saque.

“São contas que estão sem movimentação já há 30 anos, só com a correção, e que tinham condições de saque muito restritivas”, explicou o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Gleisson Rubin.

Trabalhadores de empresas privadas terão de sacar o dinheiro nas agências da Caixa, enquanto servidores públicos devem retirá-los no Banco do Brasil.

Os correntistas desses bancos devem ter os valores depositados em suas contas, enquanto os demais trabalhadores precisarão ir pessoalmente até uma agência.

O valor da cota de cada trabalhador vai depender do seu salário na época, pois o benefício é proporcional ao salário do trabalhador.

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil irão abrir os saques a partir da próxima segunda-feira, dia 18, até o dia 29 de junho. Depois, os saques voltarão a ser permitidos a partir de 14 de agosto.

O governo liberou no início deste ano o saque dos recursos do PIS/Pasep para pessoas com mais de 60 anos. Segundo Rubin, dos 39 bilhões de reais, cerca de 5 bilhões de reais já foram sacados por esses trabalhadores, restando cerca de 34 bilhões de reais ainda nas contas.

Tem direito ao saque servidores públicos e pessoas que trabalharam com carteira assinada de 1971, quando o PIS/Pasep foi criado, até 1988. Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque. Isso ocorre porque a Constituição, promulgada naquele ano, passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites www.caixa.gov.br/cotaspis e www.bb.com.br/pasep.

Fonte: Exame e Agência Brasil..


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s