“Foi por um triz”, diz doméstica que escapou de desabamento de casa no mar em Salvador

Na última segunda-feira, 07 de maio de 2018, a empregada doméstica Iracema Lima, 44 anos, viu a casa em que vivia com os filhos e um neto cair no mar, descendo pelo barranco, na comunidade do Alto da Sereia, no bairro de Ondina, em Salvador.

08052018GSA3

Segundo Iracema, tudo aconteceu por volta das 19h. Se ouviu um barulho forte, parecendo um estalo, logo em seguida outro barulho e tudo desabou.

“Foi por um triz, questão de dois minutos, e tudo desabou. Até a escada caiu no barranco. A gente levou um susto. A cozinha e a sala foram embora. Só os dois quartos ficaram de pé. Só consegui pegar nossas roupas”, disse Iracema.

No total, a Codesal interditou seis casas, além da que desabou. Os imóveis estão em área de risco e o receio é de que haja novos deslizamentos porque o solo está encharcado. Sete famílias foram cadastradas por equipes da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) para receber aluguel social.

Na manhã desta terça (8), os vizinhos fizeram um mutirão para carregar e retirar os móveis e outros pertences das casas interditadas. Com o braço cruzado e uma mão no queixo, Iracema observava enquanto os pertences eram amontoados dentro de sacolas plásticas, em uma escada. “Agora, é começar tudo de novo”, suspirou.

Fonte: Correio.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s