Passageiro de Van surta, mata menino de 13 anos a facadas e fere três pessoas

Na noite da última terça-feira, 27 de fevereiro de 2018, por volta das 22h30, o adolescente Wellington Pereira da Silva, de 13 anos, foi assassinado a facadas no km-489 da BR-116 Sul, na área do Posto Macaubense, na cidade de Rafael Jambeiro.

140339-3

Segundo a polícia, ele foi ferido com golpes no peito e próximo ao pescoço no interior de um veículo Sprinter, cor branca, placa OHD-0732, que seguia de Mato Grosso para Alagoas. De acordo com o Boletim de Ocorrências do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), uma pessoa que estava no veículo, e já está presa, surtou e desferiu os golpes no garoto e em outras três pessoas, que foram socorridas para o hospital.

Wilson Dionísio Pereira, 21, Rodolfo Firmino da Silva, 21, e Diogo Cerqueira Mendes, 25, receberam alta médica na manhã desta quarta-feira (28) e compareceram ao Complexo Policial Investigador Bandeira para registrar a ocorrência.

A prisão do acusado

O acusado do crime, Roberto de Jesus Araújo, 40, natural de Itabuna, tentou fugir entrando em um matagal, mas acabou sendo preso. Ele estava a caminho de Feira de Santana. O delegado Fabrício Linard, titular da Delegacia de Homicídios (DH/Feira), informou ao Acorda Cidade que o acusado tem uma condenação de 14 anos e seis meses de prisão por homicídio em Itabuna.

“Primeiro ele foi encontrado por dois caminhoneiros que o espancaram e o deixaram bastante lesionado. Ele foi levado para o Hospital de Santo Estevão com ferimentos na cabeça e no braço. Depois de liberado pelo médico ele foi conduzido [pela Polícia Militar de Santo Estevão]”, disse.

O acusado declarou que estava sendo pirraçado pelos jovens durante a viagem e que por isso surtou.

“Ele fala que durante a viagem estes garotos estavam pirraçando ele, tirando fotos, mostrando um para o outro e ele disse que não estava suportando a situação. Ele está preso em flagrante e delito. Consta no sistema um mandado de prisão em aberto dele desta condenação em Itabuna. Acreditamos que não estava válido, porque o mandado foi expedido em 2003, já se passaram 14 anos, e ele já cumpriu uma parte em Salvador e outra em Itabuna”, informou o delegado.

O motorista da van disse que 14 passageiros estavam no veículo quando houve o ataque e que o agressor estava calmo durante o percurso até mudar o comportamento de forma repentina.

A vítima de 13 anos era filho único e residia no Sítio Curral Novo, na cidade de Major Isidoro, em Alagoas. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana (DPT).

Fonte: Acorda Cidade.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s